quarta-feira, 22 de agosto de 2018

Primeira creche municipal será inaugurada nesta quarta em Toritama


A Prefeitura de Toritama vai inaugurar nesta quarta-feira (22) às 16h, a primeira creche do município. O espaço ganhou o nome Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI). O prédio que fica localizado no bairro Independente às margens da rodovia PE-90 levou oito anos para ser concluído ao custo de R$ 1.221.037,87 (Um milhão, duzentos e vinte um mil, trinta e sete reais e oitenta e sete centavos).

O CMEI é destinado a crianças na faixa etária de 0 a 5 anos e 11 meses de idade. As crianças serão acolhidas subdivididas em quatro categorias, ou seja, Creche I – para crianças com idade de 0 até 11 meses, Creche II – para as com idade de 1 ano até 1 ano e 11 meses, Creche III – para as com idades de 2 anos até 3 anos e 11 meses e também a categoria Pré-escola – destinada às crianças com idades de 4 até 5 anos e 11 meses.

Estrutura

A unidade do CMEI têm instalações térreas e possui 2 blocos distintos, A e B, interligados, juntamente com o pátio, de circulação coberta. Na área externa estão o playground, jardins, o castelo d’água e a área de estacionamento. Os blocos são compostos por vários ambientes.

O Bloco A possui: Hall, secretaria, sala dos professores/reuniões, direção, almoxarifado, sanitários acessíveis para adultos masculino e feminino, lactário, 02 salas de atividades para crianças de 0 a 11 meses, 02 fraudarios e depósitos (Creche I), amamentação (Creche I), sanitário P.N.E. infantil, copa dos funcionários, lavanderia, rouparia, depósito de material de limpeza, refeitório, cozinha, despensa, varanda de serviço e pátio de serviço.

Já o Bloco B possui: 02 salas de atividades Creche II – para as crianças de 1 ano a 1 ano e 11 meses, 02 sanitários infantis, 02 salas de atividades Creche III – para crianças de 2 anos a 3 anos e 11 meses, 01 sanitário P.N.E. infantil, 02 solários, sala multiuso, 04 salas da pré-escola, para as crianças de 4 a 5 anos e 11 meses, 02 sanitários infantis, feminino e masculino, 02 sanitários de professores, feminino e masculino, 02 solários, e 01 depósito.

O prédio também possui um pátio coberto que servirá de espaço de integração entre as diversas atividades e diversas faixas etária e um playground, em espaço aberto com brinquedos infantis fixos.

Atraso de 8 anos

Única unidade do município, a primeira creche sofreu ao longo de oito anos com atrasos, paralizações e atos de vandalismo. A obra iniciou na gestão do ex-prefeito, Flávio Lima (PR), passando pela administração do socialista Odon Ferreira, até a sua conclusão este mês.

Prejuízo

Orçada inicialmente em R$ 487.541,94 (quatrocentos e oitenta e sete mil, quinhentos e quarenta e um reais, e noventa e quatro centavos) a obra teve seu valor quase triplicado durante esse período. Segundo informações de pessoas ligadas ao governo municipal, a empresa que iniciou a obra, teria recebido um valor e em seguida abandonado a construção. Desde então, o local passou a ser utilizado apenas como ponto de uso de drogas e práticas de crimes, além de sofrer atos de vandalismo, onde partes foram destruídas ou danificadas.

,

Com informações de Evandro Lins. correspondente do blog em Toritama

quarta-feira, 22 de agosto de 2018

Primeira creche municipal será inaugurada nesta quarta em Toritama


A Prefeitura de Toritama vai inaugurar nesta quarta-feira (22) às 16h, a primeira creche do município. O espaço ganhou o nome Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI). O prédio que fica localizado no bairro Independente às margens da rodovia PE-90 levou oito anos para ser concluído ao custo de R$ 1.221.037,87 (Um milhão, duzentos e vinte um mil, trinta e sete reais e oitenta e sete centavos).

O CMEI é destinado a crianças na faixa etária de 0 a 5 anos e 11 meses de idade. As crianças serão acolhidas subdivididas em quatro categorias, ou seja, Creche I – para crianças com idade de 0 até 11 meses, Creche II – para as com idade de 1 ano até 1 ano e 11 meses, Creche III – para as com idades de 2 anos até 3 anos e 11 meses e também a categoria Pré-escola – destinada às crianças com idades de 4 até 5 anos e 11 meses.

Estrutura

A unidade do CMEI têm instalações térreas e possui 2 blocos distintos, A e B, interligados, juntamente com o pátio, de circulação coberta. Na área externa estão o playground, jardins, o castelo d’água e a área de estacionamento. Os blocos são compostos por vários ambientes.

O Bloco A possui: Hall, secretaria, sala dos professores/reuniões, direção, almoxarifado, sanitários acessíveis para adultos masculino e feminino, lactário, 02 salas de atividades para crianças de 0 a 11 meses, 02 fraudarios e depósitos (Creche I), amamentação (Creche I), sanitário P.N.E. infantil, copa dos funcionários, lavanderia, rouparia, depósito de material de limpeza, refeitório, cozinha, despensa, varanda de serviço e pátio de serviço.

Já o Bloco B possui: 02 salas de atividades Creche II – para as crianças de 1 ano a 1 ano e 11 meses, 02 sanitários infantis, 02 salas de atividades Creche III – para crianças de 2 anos a 3 anos e 11 meses, 01 sanitário P.N.E. infantil, 02 solários, sala multiuso, 04 salas da pré-escola, para as crianças de 4 a 5 anos e 11 meses, 02 sanitários infantis, feminino e masculino, 02 sanitários de professores, feminino e masculino, 02 solários, e 01 depósito.

O prédio também possui um pátio coberto que servirá de espaço de integração entre as diversas atividades e diversas faixas etária e um playground, em espaço aberto com brinquedos infantis fixos.

Atraso de 8 anos

Única unidade do município, a primeira creche sofreu ao longo de oito anos com atrasos, paralizações e atos de vandalismo. A obra iniciou na gestão do ex-prefeito, Flávio Lima (PR), passando pela administração do socialista Odon Ferreira, até a sua conclusão este mês.

Prejuízo

Orçada inicialmente em R$ 487.541,94 (quatrocentos e oitenta e sete mil, quinhentos e quarenta e um reais, e noventa e quatro centavos) a obra teve seu valor quase triplicado durante esse período. Segundo informações de pessoas ligadas ao governo municipal, a empresa que iniciou a obra, teria recebido um valor e em seguida abandonado a construção. Desde então, o local passou a ser utilizado apenas como ponto de uso de drogas e práticas de crimes, além de sofrer atos de vandalismo, onde partes foram destruídas ou danificadas.

,

Com informações de Evandro Lins. correspondente do blog em Toritama

Página no Facebook

 

Manhã Nordestina Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger