sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Sargento é expulso da PM por ejacular em mulher dentro de ônibus no Recife



Expulsão foi publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (15). Crime ocorreu em março de 2017

O sargento Luiz Martins de Lima foi expulso da Polícia Militar por ter abusado sexualmente de uma mulher dentro de um ônibus, no Recife. O crime ocorreu em março de 2017 e a portaria que determina a exclusão do policial foi assinada pelo secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, e publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (15).


De acordo com a Secretaria de Defesa Social, o sargento responde pelo crime de importunação ofensiva ao pudor. Em 7 de março do ano passado, segundo a portaria, ele encostou na coxa de uma mulher e, posteriormente, ejaculou nos pés da vítima.


O caso ocorreu dentro de um coletivo que passava pelo Forte das Cinco Pontas, no bairro de São José, no Centro do Recife. No processo, o secretário justifica que a expulsão ocorre pelo fato de o sargento ter violado os preceitos éticos da polícia, ferindo o decoro e sentimento de dever da classe.


Durante o processo, o sargento confessou o fato, mas afirmou que a vítima havia consentido. Nas investigações, no entanto, ficou provado que a denúncia da mulher era verdadeira, baseando-se, também, nos relatos de testemunhas


D G1




                blog manhã nordestina

sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Sargento é expulso da PM por ejacular em mulher dentro de ônibus no Recife



Expulsão foi publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (15). Crime ocorreu em março de 2017

O sargento Luiz Martins de Lima foi expulso da Polícia Militar por ter abusado sexualmente de uma mulher dentro de um ônibus, no Recife. O crime ocorreu em março de 2017 e a portaria que determina a exclusão do policial foi assinada pelo secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, e publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (15).


De acordo com a Secretaria de Defesa Social, o sargento responde pelo crime de importunação ofensiva ao pudor. Em 7 de março do ano passado, segundo a portaria, ele encostou na coxa de uma mulher e, posteriormente, ejaculou nos pés da vítima.


O caso ocorreu dentro de um coletivo que passava pelo Forte das Cinco Pontas, no bairro de São José, no Centro do Recife. No processo, o secretário justifica que a expulsão ocorre pelo fato de o sargento ter violado os preceitos éticos da polícia, ferindo o decoro e sentimento de dever da classe.


Durante o processo, o sargento confessou o fato, mas afirmou que a vítima havia consentido. Nas investigações, no entanto, ficou provado que a denúncia da mulher era verdadeira, baseando-se, também, nos relatos de testemunhas


D G1




                blog manhã nordestina

Página no Facebook

 

Manhã Nordestina Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger