terça-feira, 12 de março de 2019

São Bento do Una é o 5º município a receber água da Transposição do Rio São Francisco pela Adutora do Agreste/Moxotó


Arcoverde, Pesqueira, Belo Jardim e Sanharó já estão sendo atendidas por este sistema.

Um dia após a chegada em Sanharó, as águas do rio São Francisco começam a abastecer a população de São Bento do Una, que fica a 206 quilômetros da capital pernambucana. Ainda em fase de testes, os bairros Rua Nova, Menino Jesus de Praga, Balança e Agra foram os primeiros beneficiados e a expectativa é de que o primeiro ciclo de abastecimento seja concluído até o próximo dia 19.


No domingo (10), a Companhia Pernambucana de Saneamento – Compesa deu início ao enchimento dos reservatórios e, na manhã desta segunda-feira, 11, os moradores começaram a receber água da transposição nas torneiras.
“A água chega em um momento crucial para o município de São Bento do Una. 70% da cidade estava em colapso, pois o Sistema Pau Ferro, que abastece a cidade, só conseguia atender 30% da população uma vez por mês”, afirma o presidente da Compesa, Roberto Tavares.

São Bento do Una passa a fazer parte do grupo de cidades que estão sendo abastecidas com água do rio São Francisco por meio da integração das Adutoras do Agreste/Moxotó. A determinação do governador Paulo Câmara de antecipar a utilização da tubulação implantada da Adutora Agreste, antes da construção do Ramal do Agreste pelo governo federal, tem transformado a realidade da região que tem o pior balanço hídrico do país e sofre com estiagens prolongadas.
Foram  investidos R$ 85 milhões na construção da Adutora do Moxotó que capta água do Rio São Francisco direto da Barragem de Rio da Barra, em Sertânia, e se une à Adutora do Agreste, em Arcoverde. Ao todo, 400 mil pessoas de dez municípios serão beneficiadas.







Blog manhã nordestina.

terça-feira, 12 de março de 2019

São Bento do Una é o 5º município a receber água da Transposição do Rio São Francisco pela Adutora do Agreste/Moxotó


Arcoverde, Pesqueira, Belo Jardim e Sanharó já estão sendo atendidas por este sistema.

Um dia após a chegada em Sanharó, as águas do rio São Francisco começam a abastecer a população de São Bento do Una, que fica a 206 quilômetros da capital pernambucana. Ainda em fase de testes, os bairros Rua Nova, Menino Jesus de Praga, Balança e Agra foram os primeiros beneficiados e a expectativa é de que o primeiro ciclo de abastecimento seja concluído até o próximo dia 19.


No domingo (10), a Companhia Pernambucana de Saneamento – Compesa deu início ao enchimento dos reservatórios e, na manhã desta segunda-feira, 11, os moradores começaram a receber água da transposição nas torneiras.
“A água chega em um momento crucial para o município de São Bento do Una. 70% da cidade estava em colapso, pois o Sistema Pau Ferro, que abastece a cidade, só conseguia atender 30% da população uma vez por mês”, afirma o presidente da Compesa, Roberto Tavares.

São Bento do Una passa a fazer parte do grupo de cidades que estão sendo abastecidas com água do rio São Francisco por meio da integração das Adutoras do Agreste/Moxotó. A determinação do governador Paulo Câmara de antecipar a utilização da tubulação implantada da Adutora Agreste, antes da construção do Ramal do Agreste pelo governo federal, tem transformado a realidade da região que tem o pior balanço hídrico do país e sofre com estiagens prolongadas.
Foram  investidos R$ 85 milhões na construção da Adutora do Moxotó que capta água do Rio São Francisco direto da Barragem de Rio da Barra, em Sertânia, e se une à Adutora do Agreste, em Arcoverde. Ao todo, 400 mil pessoas de dez municípios serão beneficiadas.







Blog manhã nordestina.

Página no Facebook

 

Manhã Nordestina Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger