segunda-feira, 8 de julho de 2019

Homem furta caixão para comprar cachaça e é preso em Leopoldina

O homem foi localizado caminhando tranquilamente com o objeto em frente a um batalhão da PM;



Depois de furtar e tentar vender um caixão roubado para comprar cachaça, um homem, de 30 anos, foi preso na noite desse sábado (6), no município de Leopoldina, na Zona da Mata. A Polícia Militar localizou o suspeito andando naturalmente com o objeto nos braços em frente a um batalhão da PM.
O furto foi percebido pelos funcionários da Funerária Cristo Redentor, na rua Francisco Andrade Braga, que acionaram os militares do 21º Batalhão.
De acordo com a corporação, o homem teria seguido até a avenida Getúlio Vargas, onde foi preso em flagrante. Ainda segundo os militares, ao ser abordado, ele tentou fugir, mas foi capturado e encaminhado a Delegacia de Plantão da Polícia Civil.
Ao ser questionado sobre a motivação do crime, o homem alegou que venderia o objeto e usaria o dinheiro para comprar cachaça. Ele disse que a funerária estaria "abandonada" e por isso pegou o caixão.
Nas redes sociais circula uma vídeo com o suspeito caminhando tranquilamente com o caixão em frente à sede policial da cidade.

Um dos funcionários da funerária contou à reportagem que o homem natural de Laranjal, na mesma região, é um velho conhecido na cidade. “Ele é andarilho e fica sempre por aqui. A funerária já tem mais de 50 anos, sempre fica aberta, às vezes sem ninguém, e nunca aconteceu nada desse tipo”, comentou Márcio Veiga, de 58 anos.
Ainda segundo o trabalhador, a irmã do suspeito foi ontem à funerária se desculpar pelo ocorrido. “Ela disse que o irmão tem problemas mentais e que ele contou à ela que dormiria no caixão”, contou.
A urna, que sofreu leves arranhões, foi devolvida à funerária



               Blog manhã nordestina.

segunda-feira, 8 de julho de 2019

Homem furta caixão para comprar cachaça e é preso em Leopoldina

O homem foi localizado caminhando tranquilamente com o objeto em frente a um batalhão da PM;



Depois de furtar e tentar vender um caixão roubado para comprar cachaça, um homem, de 30 anos, foi preso na noite desse sábado (6), no município de Leopoldina, na Zona da Mata. A Polícia Militar localizou o suspeito andando naturalmente com o objeto nos braços em frente a um batalhão da PM.
O furto foi percebido pelos funcionários da Funerária Cristo Redentor, na rua Francisco Andrade Braga, que acionaram os militares do 21º Batalhão.
De acordo com a corporação, o homem teria seguido até a avenida Getúlio Vargas, onde foi preso em flagrante. Ainda segundo os militares, ao ser abordado, ele tentou fugir, mas foi capturado e encaminhado a Delegacia de Plantão da Polícia Civil.
Ao ser questionado sobre a motivação do crime, o homem alegou que venderia o objeto e usaria o dinheiro para comprar cachaça. Ele disse que a funerária estaria "abandonada" e por isso pegou o caixão.
Nas redes sociais circula uma vídeo com o suspeito caminhando tranquilamente com o caixão em frente à sede policial da cidade.

Um dos funcionários da funerária contou à reportagem que o homem natural de Laranjal, na mesma região, é um velho conhecido na cidade. “Ele é andarilho e fica sempre por aqui. A funerária já tem mais de 50 anos, sempre fica aberta, às vezes sem ninguém, e nunca aconteceu nada desse tipo”, comentou Márcio Veiga, de 58 anos.
Ainda segundo o trabalhador, a irmã do suspeito foi ontem à funerária se desculpar pelo ocorrido. “Ela disse que o irmão tem problemas mentais e que ele contou à ela que dormiria no caixão”, contou.
A urna, que sofreu leves arranhões, foi devolvida à funerária



               Blog manhã nordestina.

Página no Facebook