quinta-feira, 31 de outubro de 2019

“Julgamento de Lampião” chama a atenção de populares no Sertão do Estado de Pernambuco

Profissionais da área de direito se reúnem para realizar o “julgamento”


E se os crimes de Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião, fossem julgados? Essa é a proposta do júri histórico: “O julgamento de Lampião”. A primeira edição do evento será realizada nesta quinta-feira (31), a partir das 8h, no Teatro do Centro Cultural Colégio Dom Bosco, em Petrolina.

A iniciativa pretende reunir anualmente sempre no mês de outubro, grandes nomes do cenário jurídico nacional para simular uma sessão jurídica, esclarecendo como funcionam os sistemas do direito. Os participantes vão incorporar os personagens de um júri imaginário, de acordo com suas profissões, partes envolvidas na acusação e defesa, além de promotores de Justiça.

A ação será realizada pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE) em parceria com a Ordem dos Advogados de Pernambuco (OAB/PE); a Defensoria Pública de Pernambuco; o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE); a Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape); e a Faculdade de Tecnologia e Ciência (FTC)

De. Ney Lima




                      Blog manhã nordestina .








Nenhum comentário:

quinta-feira, 31 de outubro de 2019

“Julgamento de Lampião” chama a atenção de populares no Sertão do Estado de Pernambuco

Profissionais da área de direito se reúnem para realizar o “julgamento”


E se os crimes de Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião, fossem julgados? Essa é a proposta do júri histórico: “O julgamento de Lampião”. A primeira edição do evento será realizada nesta quinta-feira (31), a partir das 8h, no Teatro do Centro Cultural Colégio Dom Bosco, em Petrolina.

A iniciativa pretende reunir anualmente sempre no mês de outubro, grandes nomes do cenário jurídico nacional para simular uma sessão jurídica, esclarecendo como funcionam os sistemas do direito. Os participantes vão incorporar os personagens de um júri imaginário, de acordo com suas profissões, partes envolvidas na acusação e defesa, além de promotores de Justiça.

A ação será realizada pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE) em parceria com a Ordem dos Advogados de Pernambuco (OAB/PE); a Defensoria Pública de Pernambuco; o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE); a Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape); e a Faculdade de Tecnologia e Ciência (FTC)

De. Ney Lima




                      Blog manhã nordestina .








Nenhum comentário:

Página no Facebook