terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Limpeza urbana é paralisada em Santa Cruz, após atraso salarial


Foto: Jabson Nunes.


Funcionários da limpeza pública de Santa Cruz do Capibaribe fizeram uma paralisação dos trabalhos, na manhã desta terça-feira (12). Os trabalhadores estão na bronca com a empresa. Segundo eles, o salário de janeiro continua em atraso. Além disso, reclamam de horas extras não pagas e benefícios (cestas básicas) não repassadas, entre outras coisas.
Antônio Lira, representante do Sindicato da categoria, em participação no Programa Cidade Notícia (Rádio Polo) falou sobre o problema.

“Falta de respeito dos patrões. Salário atrasado (janeiro). Além disso, hora extra, cesta básica há mais de um mês sem receber, atrasando as ferias… Condições de trabalho, grande injustiça com bota rasgada, fardamento rasgado”, reclamou.

De acordo com Antônio Lira, o problema tem prejudicado cerca de 50 funcionários.
Em Santa Cruz do Capibaribe, o serviço de limpeza urbana é realizado pela empresa terceirizada Vialim Engenharia. Por lei, a empresa tem até o quinto dia útil do mês subsequente para fazer o pagamento salarial.


Informações de Ney Lima




                Blog manhã nordestina.


terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Limpeza urbana é paralisada em Santa Cruz, após atraso salarial


Foto: Jabson Nunes.


Funcionários da limpeza pública de Santa Cruz do Capibaribe fizeram uma paralisação dos trabalhos, na manhã desta terça-feira (12). Os trabalhadores estão na bronca com a empresa. Segundo eles, o salário de janeiro continua em atraso. Além disso, reclamam de horas extras não pagas e benefícios (cestas básicas) não repassadas, entre outras coisas.
Antônio Lira, representante do Sindicato da categoria, em participação no Programa Cidade Notícia (Rádio Polo) falou sobre o problema.

“Falta de respeito dos patrões. Salário atrasado (janeiro). Além disso, hora extra, cesta básica há mais de um mês sem receber, atrasando as ferias… Condições de trabalho, grande injustiça com bota rasgada, fardamento rasgado”, reclamou.

De acordo com Antônio Lira, o problema tem prejudicado cerca de 50 funcionários.
Em Santa Cruz do Capibaribe, o serviço de limpeza urbana é realizado pela empresa terceirizada Vialim Engenharia. Por lei, a empresa tem até o quinto dia útil do mês subsequente para fazer o pagamento salarial.


Informações de Ney Lima




                Blog manhã nordestina.


Página no Facebook

 

Manhã Nordestina Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger